História do metal

 

As origens do metal remontam ao blues e ao impacto que teve nas gerações da década de quarenta e cinquenta principalmente nos E.U.A. e no Reino Unido. O blues deu origem ao rock’n’roll, andando de mãos dadas com o estilo, tendo a sua origem principalmente na América, mas foi o impacto que teve na Inglaterra (através dos sucessos de Elvis Presley, Jerry Lee Lewis e Buddy Holly) que surgissem bandas como The Beatles, The Rolling Stones ou The Yardbirds ou artistas como Jimi Hendrix. Os E.U.A. também apresentaram bandas fortes como os The Beach Boys.

e m c

b r

Resultado de imagem para yardbirds caricature

Resultado de imagem para jimi hendrix caricatures Resultado de imagem para the beach boys caricature

No final da década de sessenta, os The Beatles separam-se e era o momento de uma nova revolução. Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple viriam a editar os principais trabalhos que estão na fundação do metal como estilo. A década de setenta mostrou as bandas cada vez mais dispostas a derrubar as fronteiras musicais onde também os Pink Floyd, Yes e King Crimson teriam papéis importantes na influência de músicos de gerações seguintes, no género Progressivo. Foi uma era de descoberta que lançou muitos alicerces importantes. Tiveram impacto directo no desenvolvimento os Judas Priest, AC\DC e Motörhead que estão na base no Heavy Metal que surgiu no final da década de setenta e no início da de setenta.

Resultado de imagem para led zeppelin caricature Resultado de imagem para black sabbath caricature

Resultado de imagem para deep purple caricature Resultado de imagem para pink floyd caricature

Resultado de imagem para yes caricature Resultado de imagem para king crimson caricature

Resultado de imagem para judas priestcaricature Resultado de imagem para ac dc caricature

Resultado de imagem para Motorhead caricature

 

Também é importante não esquecer a influência que bandas como Sex Pistols e os The Ramones e toda a cena Punk no geral, tiveram no som pesado da próxima década.

Resultado de imagem para sex pistols caricature Resultado de imagem para ramones caricature

No início da década de oitenta podemos dividir o futuro da música pesada em dois: por um lado a nova vaga do Heavy Metal Britânico, encabeçado por bandas como Iron Maiden, Venom e Saxon. Por outro lado, nos E.U.A. temos uma nova vaga de Hard Rock/Heavy Metal (ou Hard’n’Heavy) que tentava seguir as pisadas dos Van Halen, composta por bandas como Mötley Crüe e Bon Jovi. A diferença entre ambos era da noite para o dia. Enquanto os primeiros tinham por base assuntos mais sérios e do fantástico, os segundos falavam sobretudo sobre problemas amorosos e relações, na maior parte das vezes do ponto de vista do homem.

Resultado de imagem para iron maiden caricature Resultado de imagem para saxon caricature

Resultado de imagem para venom band cartoon

Resultado de imagem para van halen caricature Resultado de imagem para motley crue caricature

Resultado de imagem para bon jovi caricature

Na primeira metade da década de oitenta surgiu uma outra tendência que juntava a força do Punk e técnica do Heavy Metal. O resultado surgiu através dos Metallica, Slayer, Anthrax, Exodus e depois os Megadeth. Na Europa, um pouco por todo lado também surgiu bandas novas apostadas a levar o metal cada vez mais longe, cada vez mais forte e agressivo. Destruction, Sodom, Kreator e Artillery são apenas alguns exemplos. A tendência era cada vez ir mais longe, cada vez tocar mais pesado. Hellhammer (e depois Celtic Frost) e Bathory são exemplos de como a música pesada se estava a transformar. A falar português tivemos também três grandes contributos: Sepultura, Sarcofago e Ratos de Porão.

Resultado de imagem para metallica caricature Resultado de imagem para slayer caricature

Resultado de imagem para anthrax caricatureResultado de imagem para megadeth caricature

Resultado de imagem para Destruction caricature Resultado de imagem para Sodom caricature

Resultado de imagem para kreator caricature Resultado de imagem para celtic frost band caricature

Resultado de imagem para sepultura caricature Resultado de imagem para ratos do porão band caricature

O Death Metal explode com todas estas influências, principalmente nos E.U.A. e principalmente na Flórida, com bandas como Morbid Angel, Obituary, Death, Deicide. Também vieram outros grandes nomes de outras zonas dos E.U.A. como os Immolations e Cannibal Corpse. A Inglaterra também apresentou os seus argumentos (Benediction e Bolt Thrower) e foi um pouco mais além. Com os Napalm Death nascia o grindcore, um género musical que apoiava-se em questões sociais, próprias do Punk/Hardcore. Os norte-americanos Terrorizer também deram um importante contributo para as regras básicas do género.

Resultado de imagem para cannibal corpse band caricature Resultado de imagem para obituary band caricature

Da cena inglesa de Death Metal também surgiram três nomes que dariam origem a uma nova vaga de doom metal (inicialmente associado a Black Sabbath): Paradise Lost, My Dying Bride e Anathema. Foi também graças a Paradise Lost que nasceu o Gothic Metal onde foram sendo incorporados elementos mais melódicos ao som duro do Death/Doom. Pianos, sons atmosféricos vozes femininas e influências de bandas como Sisters Of Mercy ou Bauhaus que nos trouxeram outras como Type O’Negative ou os nosso Moonspell. E por falar em vozes femininas, na década de noventa surgiram muitas bandas em que as vocalistas ganharam cada vez mais espaço e poder, seja fazendo par com um outro vocalista seja sozinhas. Bandas como Theatre Of Tragedy, Nightwish, After Forever e Lacuna Coil aprofundaram o poder feminino na música e abriram portas para uma série de outras bandas como Epica.

Resultado de imagem para bauhaus band cartoon Resultado de imagem para type o negative band cartoon

Resultado de imagem para nightwish band caricature Resultado de imagem para lacuna coil band caricature

Resultado de imagem para epica band caricature

Entretanto na Noruega surgia a nova vaga de Black Metal, com uma série de bandas que pegaram no imaginário criado pelos Venom e pelo som extremo dos primeiros tempos dos Bathory, Kreator, Sodom, Slayer, Celtic Frost e Sarcofago. Mayhem, Burzum, Darkthrone (cujo primeiro álbum era death metal), Emperor. Infelizmente a cena norueguesa ficou conhecida em todo o mundo por motivos menos positivos. Igrejas queimadas e assassinatos trouxeram fama e infâmia à música pesada. O Black Metal torna-se mais popular e até mais acessível quando bandas como Cradle Of Filth e Dimmu Borgir alia uma imagem e marketing vencedores com sonoridades mais melódicas.

Resultado de imagem para cradle of filth band cartoon Resultado de imagem para dimmu borgir band caricature

No final da década noventa assistiu-se a ressurgimento do Power Metal cuja maior representação foram os Helloween e os Manowar que tiveram um grande sucesso na década de oitenta – dos Helloween nasceram os Gamma Ray, fundados por Kai Hansen, ex-guitarrista e vocalista da banda. Uma série de novas bandas pegaram nesse som e juntaram a sua própria personalidade – Edguy, Freedom Call e Rhapsody.

Imagem relacionada Resultado de imagem para manowar band caricature

Resultado de imagem para gamma ray band caricature Resultado de imagem para edguy band caricature

Nas rádios e nas televisões, o metal tinha-se tornado presente através de novas bandas que tornaram o seu som mais imediato e mais simples, junto outros elementos como o Hip-Hop ou Industrial. Korn, Marilyn Manson, System Of A Down e Slipknot tornaram-se o centro das atenções enquanto no Underground o Hardcore e a sua mistura com o metal deram origem ao Metalcore e mais tarde Metalcore. Juntar o Death Metal melódico sueco da década anterior (que incorporava elementos do som dos Iron Maiden) com os ritmos fortes do Hardcore foi a receita para o sucesso de bandas como Shadows Fall, Lamb Of God e Killswitch Engage.

Imagem relacionadaResultado de imagem para marilyn manson caricatura

Resultado de imagem para system of down caricatura Resultado de imagem para slipknot caricatura

Resultado de imagem para lamb of god caricatura

E a história continua…

 

O METAL EM PORTUGAL

O metal em Portugal começou a dar os seus verdadeiros primeiros passos na década de oitenta com bandas como V12 e Tarantula, sendo que estes últimos são vistos por muita gente como a primeira grande banda nacional de Heavy Metal. No entanto no underground surgiram muitas mais, como os W.C. Noise, Procyon e Sarcastic Angel. No entanto os concertos eram poucos, as condições precárias e o suporte discográfico era quase por excelência a demo-tape. Na década de noventa, aos poucos esse cenário começa a mudar. Muitas bandas lançam os seus primeiros álbuns, dos mais variados géneros: Grindcore (Grog, Genocide), Death Metal (Disaffected, Sacred Sin), Black Metal (Decayed, Firstborn Evil), Heavy Metal (In Solitude, Oratory, Iberia), Thrash (Ramp, Harum), Gothic Metal (Moonspell, Heavenwood e Inhuman), Doom Metal (Desire).

 

Resultado de imagem para tarantula banda
Tarantula
Imagem relacionada
Procyon
Resultado de imagem para grog banda
Grog
 Imagem
Sacred Sin
Resultado de imagem para Firstborn Evil
Firstborn Evil

O sucesso dos Moonspell e Heavenwood permitiu que muitas portas fossem abertas e que a cena florescesse em todos os aspectos. A cada nova banda que surgia e a cada novo álbum que era lançado era possível reparar que em nada se devia ao que era feito lá fora, algo que ainda podemos reparar nos lançamentos hoje em dia. Em todos os géneros é possível apontar bons nomes que estão ao nível do melhor que se faz lá fora – Corpus Christii, Bizarra Locomotiva, Sirius, Oratory – o que puxou pela necessidade de existirem mais espaços para concertos e promotoras para esses mesmos concertos.

Resultado de imagem para corpus christi banda
Corpus Christi

Resultado de imagem para bizarra locomotiva banda

Foi um crescimento gradual que levou a uma oferta enorme em termos de propostas, sendo que o foco ainda continua a ser Lisboa e Porto. De qualquer forma, noutros pontos do país é possível encontrar espaços para bons concertos de metal, de bandas nacionais ou estrangeiras. Nasceram também muitas publicações e projetos para divulgar o som nacional: Riff, Loud, Ultraje e claro, World Of Metal.

Resultado de imagem para world of metal

Portugal tem o seu lugar no mundo do metal quer pelos eventos que escolhem o nosso país para passar, quer pelas suas muitas bandas de grande qualidade. Aqui foram referidas apenas algumas, ficando de fora muitas outras que são obrigatórias conhecer. A viagem começa aqui.

Anúncios